quarta-feira, 27 de julho de 2011

Num universo feito a mão... Retalhos, Scraps e devaneio!

Oi meninas!!

Bora devanear??

Hoje estou assim...assim sem graça!

Mas não dá pra chorar, nem ficar de cara virada...

Entãoooo... 
Bora comemorar!!


Muitas almofadas de pedaços!
Como eu ainda tenho retalhos!!
Ou seriam "scraps"??
Scraps de vida? 
Scraps de recado ou simplesmente scraps de trabalhos??

Não falei que ia acabar com todos eles??
Mas não se iludam!
Ainda faltam tantos!
Será que um dia consigo transformar todos eles?
Assim espero!!

E você? 
Esta transformando teus retalhos também?
Conta aí vai!! 
Como?? 
Comentando né amiga?? 
Adoooro!!

Enquanto isso, eu crio e transformo...


Com retalhos uma capinha pra minha máquina que estava coitada, a comer poeira!!
Ou seria sujeira??

Nada disso... ela come fiapos, de vida e de arte.
De ponto em ponto domina seu delicioso universo.
E olha que aqui o universo é muito mais feito puramente a mão!!!
Mas estou numa fase automática, rápida, diferente!
Quero mesmo é acabar com todos os meus retalhos!
Já te contei...
Quero muitos paninhos novinhos!


Mas hoje estou mesmo em pedaços, não me pergunte o porque, simplesmente estou.
E como não poderia deixar de ser, sempre que me sinto assim...
Escrevo meus devaneios...

Num universo feito a mão, sempre tem o tempo de inspiração!
Inspiração para criar, falar e pensar!
Inspiração para cuidar, imaginar e cativar!
Inspiração que me conduz, que me guia...
Instinto de luz, pedaço de pano e uma canção de ninar.
Era uma vez uma boneca... sem graça, sem braço, sem perna nem cabelo.
Nela apenas o zelo.. e o esquecimento.
O pó, o frio e o medo.
Ahhh o universo, tão belo, suspenso, brilhante ou escuro...
Um buraco negro sem jeito, sem pelo...
A que tudo na vida se copia, se cria e se transforma...
Uma boneca sem graça... ou um laço de fita bordado, fino, costurado...
Ai quem me dera sorrir, ser feliz, ser único, sem brilho, sem nada...
Um universo de sonho!
Tão grande, tão belo, tão fraterno! 
Sem graça, com graça...
Menino travesso, menina sapeca, haverá o dia em que receberei uma graça.
Seria fita de seda ou quem sabe apenas uma pena?
Pena de pavão ou de passarinho, no ninho desperto, presente, altivo!
Um dia com graça e a maneira de graça.
Será o tempo?
Será o sol?
Ahhh ele nasce, tão quente, tão belo... tão intenso!
Mas nasce pra toda gente... 
Com graça, sem graça, eterno, fraterno!!

Beijocas meninas!!


16 comentários:

Marilia Baunilha e Patch disse...

Andreza querida,

Já vi escritores publicando livros a partir da reunião de suas crônicas escritas em jornais, mas nunca vi nada publicado a partir de postagens na Internet. Acho que o seu deveria ser o primeiro. Pense no assunto. Suas postagens são de primeira qualidade, verdadeiros poemas.
Nossa querida baunilhete Sílvia está preparando uma aula simplesmente divina para amanhã no Clubinho de Patch baseada nas suas dicas sobre as almofadas de scraps.
Temos muito a agradecer a você pelas orientações e os links enviados. Depois mostro o resultados da aula e dos trabalhos.
Obrigada e parabéns pelo lindo post.

Beijos,

Eneida

** Lih ** disse...

Oi Andreza,

São lindas!

Tenha um otimo dia !

Bejokas!

Lury Artesanatos disse...

Que legal, amei suas palavras, suas rimas, seu jeitinho de se expressar.
Parabéns tbm pelos trabalhos, lindos!

beijinhos

Nanci M.dos Santos disse...

Andreza minha menina querida e criativa!!!!Amei as almofadas, mas principalmene a capa da maquina!!O tecido já veio bordado ou foi vc que bordou???Ficou o máximo!!!!bjs

Paula Louceiro disse...

Oi linda. Quando guardo meus tesouros (tranqueiras para meu marido) faço muitas vezes escondido, hahaha. Outro dia guardei um monte de bandejinhas de isopor pra fazer patch embutido. Ele nem sonha, hahaha.
Adorei as almofadas, estão ficando lindas. A capa da máquina ficou ótima.
Acredita que a minha ainda tá sem capa? Preciso urgente fazer uma, mas vou deixando de lado por causa das encomendas e aí já viu né?
Adorei o poema e espero que fique melhor dessa deprêzinha de hoje.
Tem dias que são assim mesmo, mas logo tudo melhora.
Bjoka querida.

Sonia Cazarim disse...

Oi amore....tu sempre tão inspiradora....me fez sonhar e devanear tb...ui, será que existe essa palavra??? Tanta coisa chata acontecendo ao meu redor, mas ao mesmo tempo tanta coisa boa, que nem sei.....putz, adorei seu texto e espero que tu fiques bem feliz de novo logo, logo, porque senão o que será de mim?? de nós?? hahahah....te adoro e é pena que ainda não será dessa vez que nos veremos. Mas...será em breve. Beijokas no coração e lindo dia!!

Graça disse...

Oi Andreza! Como é de praxe...eu amo as coisas que escreves, com muita poesia e doçura...continuo dizendo que és ums poetisa nata e tudo que escreves deverias compor um livro...um grande abraço!!!

Sinara Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sinara Maria disse...

Andreza!!!!
Na ausência da tua graça...
e na presença dos teus retalhos, vejo alguém salvando a sua alma:
Com calma.

Se as palavras também brotam das tua mente, costuradas aos tecidos vividos e vívidos... ainda há um tantão de devaneios e sonhos para serem sonhados e realizados.

Que bom que passei por aqui. Tuas costuras me inspiraram...teus devaneios me levaram para um lugar floridinho e com cara das nossas costuras.

Bjs pra ti e saudades guria!!!!

maristela disse...

Que vesos lindos. E isso porque você tá assim, borocochô!!! Imagina se não estivesse. Concordo com a Eneida, isso tudo tem que virar livro.
Amiga, também estou assim, deve ser a época. Que saco!!! Não gosto de ficar assim, mas fico, então, o jeito é não se apavorar e esperar passar.
Ah, quanto aos meus retalhos em breve colocarei fotos no meu blog. Os trabalhos estão no forno.

Bjão

Arte com Patch by Márcia Valéria disse...

Ai Andreza! Belo foi o dia que achei vc! Melhor ainda quando comecei a ler seu blog mágico.
Sabe que mesmo assim, se sentindo sem graça, ou aos pedaços, como vc citou, deixa o meu dia mais bonito?
Que egoísmo o meu não é? É não! E que mesmo aos pedaços vc consegue ser fantástica!
Lindas as almofadas, linda capa de máquina, mas o texto... meu Deus. Vc foi mesmo abençoada com o talento de escrever bem.
Parabéns.
E vê se junta seus pedaços logo. Nada como um dia atrás do outro. O Sol sempre nasce (mesmo que a gente não o veja).
Bjs no core.

Calma que estou com pressa! disse...

só tu memso Andreza -
patch com poesia -
super lindo a tua travessura - deve ser trbalhoso esta técnica - e viva o sol
bj
lu

Mariane Prospero Polins disse...

Ó, estão todas lindas, mas minha preferida é a que tem laranja e vermelho lá da esquerda.

Tuas poesias são um baratinho! Adoro ler!

STILO BASICO disse...

... fiquei delirando nas cores do Sonho (da postagem anterior e deixei de dar os parabéns pelas visitas alcançadas ... parabéns e muito sucesso sempre.

bjim

STILO BASICO disse...

... fiquei delirando nas cores do Sonho (da postagem anterior e deixei de dar os parabéns pelas visitas alcançadas ... parabéns e muito sucesso sempre.

bjim

Fernanda Reali disse...

Não sei fazer patchwork, mas adoro. Lindo mesmo!

Eu vim te conhece rporque a Lucia Klein me sugeriu. As sugestões dela são sempre ótimas! E aproveitei para te linkar no post de hoje. Vem brincar conosco?

http://www.fernandareali.com/2011/08/eu-tu-eles-nos-participe-desta.html

beijooo

Related Posts with Thumbnails

Coleção Anjas dos Sonhos - Inverno 2012

Coleção Anjas dos Sonhos - Inverno 2012
Designer Andreza Boal

Círculo S/A

Círculo S/A
Eu uso e recomendo!

Eu uso!!

Eu uso!!
Super recomendo!

Tecendo Sonhos pelo mundo!!